Associação Bucos Viva


Freguesia de Bucos

Bucos, outrora S. João Baptista de Bucos, é uma das 17 freguesias que compõem o concelho de Cabeceiras de Basto, de cuja sede dista 9 km.. Com uma área aproximada de 16.5 km quadrados, possui cerca de 550 habitantes, denotando clara tendência para a desertificação, aliás como todo interior. Situa-se nas faldas da serra da Cabreira sendo, por isso, cercada de montanhas e uma zona propícia à criação de gado caprino ovino.
Bucos já andou nas bocas do mundo através do lugar de Carrazedo que foi considerado, em 1938, uma das aldeias mais portuguesas de Portugal.
De cariz ancestral encaixada na Serra da Cabreira, apesar dos montes circundantes, onde podemos encontrar com certa abundância as perdizes, os coelhos, os javalis, Bucos é uma região baixa, uma vez que apresente campos grandes e planos. Tem abundância de água, oriunda das vertentes vizinhas, que forma pequenos rios ou ribeiro dos quais o mais significativo é o Peio, afluente do Tâmega, que proporciona verdes e abundantes pastos.
Daí que, porventura, a maior parte do rendimento da sua população seja a criação de gado bovino, com destaque para a raça Barrosã, o gado ovino e caprino. No tocante à agricultura, esta é de auto-consumo, sendo o milho, o centeio e a batata os produtos mais significativos.
O seu clima é bastante frio e agreste, tornando ai a vida particularmente difícil. Por tal facto, a população recorreu, desde sempre à emigração. Na verdade, estima-se que 50% das pessoas estejam emigradas, principalmente na França e no Brasil.
Apesar de, nos dias que ocorrem, ser a criação de gado bovino a sua maior riqueza, não posso deixar de referir o artesanato de lã, que é um dos mais ricos e variados no concelho e da região.
No que diz respeito às vias de comunicação, Bucos é das freguesias mais privilegiadas do município cabeceirense. No seu interior, todos os caminhos de acesso aos diferentes lugares se encontram calcetados. Dispõe, também, de fácil e relativamente rápido aceso, quer à sede do concelho, quer ao distrito – Braga.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: